Como desenvolver sistemas com mais qualidade

O desenvolvimento de um software é uma das áreas que tem ganhado cada dia mais destaque entre os profissionais, não apenas os profissionais de tecnologia da informação.

É uma área que se faz necessário bastante entendimento, senso de objetivo e muita engenharia para atender os requisitos técnicos e de negócio. Além disso, conhecer bem a linguagem de programação não traz para o desenvolvedor todas as características de um software de qualidade.

Caso tenha interesse em conhecer mais a área de desenvolvimento de software, veja o artigo sobre a Danki Code é bom

O que é qualidade de software

Podemos compreender a manifestação de qualidade de aplicativo a partir de uma proposição básica: a urgência do cliente.

A qualidade de um aplicativo é definida pelas qualidades que ele tem, analisadas sob a ótica do cliente. Se essas qualidades atendem ao que foi esperado pelo cliente no início da elaboração do projeto e se atende às suas esperanças, podemos expressar que possuímos um aplicativo de qualidade.

Porém, não é apenas essa avaliação que define se um aplicativo possui qualidade ou não. Na verdade, podemos fazer-se um nível de qualidade, por meio da figura de qualidades e análises que são capazes de identificar o quanto nosso produto de fato é bom e bem produzido.

Este é um assunto que permite longas e produtivas discussões e observações, porém, sucintamente, podemos especificar dez pontos principais para se reproduzir um aplicativo com qualidade:

Conheça seu cliente

É improvável fazer algo bem realizado se você não souber para que ele servirá.

Você terá de saber melhor o cliente e seu processo de trabalho, uma vez que dessa maneira você saberá o que de fato será necessário e o que poderá ser eliminado, bem como tornará o programa mais efetivo.

O cliente possui sua ficção de trabalho e vários também carecem de conselhos sobre processos relativos ao seu negócio.

Se sua ferramenta não reparar às necessidades dele, fatalmente será deixada de lado e isto impactará negativamente sobre sua imagem.

Seja consultor do seu cliente

Em muitas ocasiões, você irá se descobrir com clientes que precisam de esclarecimentos e se questionam sobre seus próprios processos.

Várias vezes, o próprio cliente não possui ideia que é preciso ao seu negócio, principalmente quando se trata de softwares.

É necessário, mais que ser programador, ser consultor para seu cliente. O ideal é que você, conhecendo a parte tecnológica, aponte os pontos positivos e negativos tanto de processos, quando da abordagem a seguir, com os recursos e sendo cordial quanto ao resultado do aplicativo nos moldes praticados.

Apesar de que seu programa seja efetivo e esteja de acordo com o que seu cliente necessita, sem a correta indicação e recursos mínimos, ele ficará subutilizado ou trará mais complicações que explicações.

Dê o valor ao coordenador do projeto

O coordenação de projeto pode ser que o ponto mais fundamental no progresso de um aplicativo de qualidade.

Sem ele, com certeza haverá redução de tempo, de prescrição, retrabalho e o código terá de ser reescrito diversas vezes, o que certamente comprometerá em definido o resultado final.

A única maneira de evitar isto é por meio da gestão do projeto, a partir de o primeiro contato com o cliente até a entrega e, sucessivamente, o orientação ao longo o tempo de garantia.

Conheça os recursos de hardware e software do seu cliente

O aplicativo necessita acomodar-se e ter êxito com desenvoltura no local do seu cliente.

Não adianta testá-lo em computadores de alta desempenho e desconsiderar que o cliente terá de usar com recursos limitados. É necessário ter local exclusivo para testes, parecido ao do seu cliente para ter uma estrutura próxima a  dele.