Empréstimo Pessoal: O que é um empréstimo pessoal?

Com menos burocracia e imposições de condições, o empréstimo pessoal é uma opção de crédito oferecida por bancos e financeiras. Porém, tal facilidade também é responsável por taxas de juros mais altas – o que o caracteriza como um dos empréstimos mais caros do mercado, principalmente em instituições financeiras.

O solicitante passa por uma análise criteriosa para comprovar que tem condições de arcar com esta despesa exta e, quando aprovado, tem o valor do empréstimo pessoal liberado em sua conta em até um dia. Mas, para quem tem conta em banco e paga tudo em dia, o empréstimo pessoal costuma ser mais barato do que o uso de cheque especial.

É necessário cuidado na hora de escolher a quantia do empréstimo pessoal. A dica é: fique apenas com o valor que você precisa. Vale lembrar que quanto mais dinheiro você pegar, mais terá que pagar no final das contas.

Entenda quando o empréstimo pessoal pode ser uma boa alternativa:

– Em casos de emergência: Quando alguém da família necessita de uma urgência médica e não há condições de pagar pelo tratamento ainda no próximo mês, opte por contratar o empréstimo pessoal ao invés de usar o cheque especial. Assim, você paga os custos à vista e fica com parcelas mensais para quitar a dívida.

– Para pagar uma dívida do cheque especial: Se você entrou no cheque especial e deseja quitar uma dívida, o melhor a fazer é negociar um empréstimo pessoal em seu banco. Na dúvida, basta comparar o Custo Efetivo Total (CET) da agência bancárias e confirmar se o empréstimo pessoal tem a menor taxa.

– Facilidade para quem está com nome sujo: Diferente dos bancos, algumas financeiras também fazem empréstimo pessoal para negativados. Mas, esta opção pode ser mais cara, é preciso pensar e calcular se vale a pena ou não.


Cotação de plano de saúde: 3 Sites para cotar plano de saúde

Se saúde é coisa séria, a gente precisa ajudar você a acertar na hora de realizar cotação plano de saúde. Afinal, essa segurança garante a você e à sua família proteção total em emergências hospitalares, e diversas coberturas.

A partir dessa cotação plano de saúde, você decide o custo mensal e ainda tem acesso a uma rede médica credenciada com as melhores seguradoras do país.

Para você fazer a melhor escolha, vamos indicar 3 sites para você cotar seu plano de saúde!

Vantagens para cotação plano de saúde

Com nossa lista de ótimas dicas para você cotar (e investir) em um plano, já vale a pena saber que você pode ter vantagens como:

  • Planos acessíveis a todos;
  • Médicos em qualquer especialidade;
  • Hospitais renomados.

Sites para cotação plano se saúde

Bradesco Saúde

Serviço prestado pelo grupo Bradesco, o Bradesco Saúde atua na área da saúde atendendo todas regiões do Brasil.

Apresentando uma rede de atendimento a mais de quatro milhões de clientes, entre os sites para você fazer cotação plano de saúde é um dos líderes de mercado.

Entre seu mix de produtos e serviços, ainda oferece opções para contratação com médicos especialistas em todas as áreas e ampla rede credenciada.

Amil Saúde

Outra gigante na área de assistência médica para você realizar cotação plano de saúde, a Amil possui mais de seis milhões de usuários e também apresenta ampla rede médica em todo o Brasil.

Totalizando mais de trinta mil prestadores de serviço, os produtos e serviços vão desde clínicas e hospitais até centros de diagnóstico e laboratórios.

Unimed

Maior sistema de cooperativa médica internacional, a Unimed também é a maior rede médica brasileira e está presente quase todas as regiões.

Ótima opção para cotação plano de saúde, seu quadro médico conta com cerca de cem mil médicos ativos, além de centenas de laboratórios, ambulâncias e hospitais credenciados.

Com cerca de 30% do mercado brasileiro de planos de saúde e ótima opção para cotação plano de saúde, a Unimed ainda recebe diversos prêmios na área da saúde.


Empréstimo Consignado: O que é empréstimo consignado?

O empréstimo consignado é bastante comentado, mas muitas pessoas nem ao menos sabem do que se trata esse tipo de empréstimo.

O crédito consignado é uma outra opção ao empréstimo pessoal, que pode ser vantajoso em algumas situações.

O que é crédito consignado e quem pode solicitá-lo?

O empréstimo consignado é empréstimo concedido pelas instituições financeiras para pessoas que possuem carteira assinada, funcionários públicos ou beneficiários do INSS.

Assim, para solicitá-lo a pessoa precisará comprovar que possui carteira assinada, mas o diferencial do empréstimo consignado é que ele está relacionado com a renda do solicitante.

Também, a parcela de pagamento será sempre descontado do pagamento antes mesmo que o salário da pessoa caia na conta.

Por isso, que quem realiza o pagamento do empréstimo consignado é o próprio banco onde o salário ou aposentadoria é depositado, fazendo com que não existe a possibilidade de não pagamento.

Vantagens e desvantagens do empréstimo consignado

Confira abaixo algumas das vantagens e desvantagens do empréstimo consignado:

Vantagem

Uma das principais vantagens do empréstimo consignado é oferecer juros menores, já que a instituição financeira terá a segurança de que receberá depois.

Também, o pagamento pode ser programado para ser descontado todo mês, fazendo com que o empréstimo consignado oferece nenhum tipo de risco quanto a inadimplência.

Desvantagens

Caso a pessoa que pegou o empréstimo consignado tenha um imprevisto e precise utilizar todo o seu pagamento aquele mês, por exemplo, isso não será possível.

Isso acontece, pois, o pagamento de um empréstimo consignado não pode ser cancelado, a parcela sempre será descontado antes que você possa sacar o seu salário.

Também, um funcionário de empresa privada que deseja pedir um empréstimo consignado precisa da aprovação dos Recursos Humanos da sua empresa, fazendo com que haja o risco do pedido não seja aprovado ou que o valor seja limitado.


Como aumentar as vendas de seu bar

Tem vontade de aumentar as vendas e o lucro do seu restaurante e bar?

Não se preocupe, estamos aqui para guiá-lo que vai ajudá-lo a gerir o seu pequeno negócio. Começando a reter os clientes, trazendo novas técnicas, usando estratégias de happy hour, controlando os custos das bebidas, fixando o preço certo das bebidas, usando métodos adequados de venda, comercializando bem o seu bar de restaurante, para levar em consideração as sugestões do seu pessoal.

Todos são cruciais o suficiente para fazer ou quebrar o futuro do seu bar de restaurante. Aqui estão algumas estratégias inteligentes que você pode muito convenientemente implementar que estão certos de melhorar suas receitas.

Alavancagem sobre seus clientes existentes

O maior erro que a maioria dos restaurantes e bares comete é que eles negligenciam os clientes antigos. Você deve lembrar que seus clientes atuais são os seus maiores comerciantes, seja através de palavras ou através das imagens que eles colocam em suas páginas de mídia social quando visitam o seu bar. Portanto, não tentar manter seus clientes existentes pode ser o maior erro que você pode estar cometendo.

Existem várias maneiras pelas quais você pode mantê-los.

Em primeiro lugar, fazê-los sentir que são essenciais para você e celebrar a sua lealdade. Você pode fazer isso enviando mensagens em seus aniversários, dando-lhes descontos especiais para esses dias específicos, ou dando-lhes itens complementares sempre que eles visitam o seu restaurante bar.

As redes sociais tornaram-se uma grande parte da experiência de jantar.

As pessoas visitam restaurantes, clicam em fotos do que comem e postam na plataforma de mídia social como Instagram e Facebook.

Você pode muito rapidamente tentar aproveitar isso, incluindo-o em seus programas de lealdade, recompensando as imagens com os mais gostos.

Estas recompensas podem ser qualquer coisa a partir de 50% de desconto em uma refeição ou negócios mais emocionantes, como refeições gratuitas. É improvável que venham sozinhos.

Isso lhe dará uma chance de fazer novos clientes e aumentar o seu alcance. Assim, tente aproveitar os clientes já existentes para obter mais clientes.

Estratégias Interessantes De Happy Hour

Happy Hours tornaram-se as estratégias de marketing mais usadas para aumentar o lucro tanto de restaurante quanto em bar.

Sejamos francos, o público-alvo principal para o bar tem entre 18 e 40 anos.

Os jovens, especialmente com idades entre 18 e 30 anos, estão sempre à procura de restaurantes de bar baratos e acessíveis.

Atrair este público é a melhor maneira para aumentar seu faturamento.

Por exemplo, você deve ter visto bares dando horas felizes entre as 15 e as 20 horas. Não só as bebidas disponíveis durante em happy hours são baratas, mas também há ofertas como 1+1 ou 2 +1 em bebidas.

Muitas vezes, eles também fornecem combos de aperitivos com uma cerveja. Ao fazê-lo, você não só pode incentivar mais multidões a fluir, mas também ajuda você em upselling alguns itens.

Happy hours proporcionar ao grupo a oportunidade de decidir se o restaurante de bar vale a pena e se é rentável para eles desfrutar da experiência sem os negócios happy hour.

Preocupe-se também em facilitar a hora do pagamento, por isso, é sempre importante ter uma máquina de pagamento por cartão de crédito e débito. Assim, você fará um bar para todos.

Treine bem sua equipe

Você deve treinar seu pessoal muito bem. A menos que você faça isso, eles não vão entender que seus servidores não são apenas meros servidores eles são vendedores também. O empregado de bar e o empregado de mesa devem ser mais do que cobradores.

Em vez de esperar que os clientes se decidam enquanto fazem o pedido, por que você não treina seus servidores para dar sugestões e pedir aos seus clientes para experimentar algo novo no menu ou no prato de assinatura do seu restaurante de bar? Por isso, eduque sua equipe, discuta por que as marcas de alta qualidade valem o preço para que os clientes possam recomendá-los com sinceridade e entusiasmo.

Os seus empregados de bar podem desempenhar um papel significativo na seleção dos itens do seu menu.

Embora o seu cliente possa ter interesse noutra bebida, se o seu pessoal tentar sugerir qualquer álcool em particular e der um campo de vendas que descreve a exótica dessa bebida em particular, dificilmente um cliente irá recusar a sugestão. Definir metas de vendas e se eles alcançarem o alvo, todos ganham.

O vendedor de alta performance pode obter algo extra benefícios, talvez um desconto para compras ou um filme. Quanto mais eles são bons em upselling, melhor serão as vendas de seu restaurante bar.

Espero que tenha gostado do artigo. Se gostou, deixe nos comentários e compartilhe em suas redes sociais.


Simular Consórcio

Simular Consórcio: Veja 3 Formas de simular consórcio na internet

Simular consórcio é algo que você deve fazer antes de solicitar essa linha de crédito. Por meio dessa simples prática será possível conhecer as condições de pagamento e verificar se elas estão de acordo com o seu orçamento mensal.

Além disso, a simulação permite que você encontre as melhores taxas sem ter surpresas sobre parcelas que aumentam de valores depois de alguns meses. Convencido de que simular é importante?

Confira 3 formas de simular consórcio com total conforto pela internet.

1. Simular Consórcio: Bancos

Simular consórcio com um banco é uma das melhores opções. Afinal, são grandes instituições que oferecem uma variedade considerável de serviços.

Para fazer a simulação no site da Caixa, por exemplo, primeiro você escolhe qual o tipo de consórcio que deseja, clicando no botão “Conheça as opções”. Na próxima página, basta informar de quanto crédito precisa, assim já poderá ver a simulação das parcelas.

No banco Bradesco o processo é bem parecido. Primeiramente, acesse o site e escolha se deseja um consórcio de automóveis, veículos pesados ou imóveis.

Em seguida, escolha a forma de simular, que pode ser pelo valor da parcela, pelo valor aproximado do bem ou por todas as cotas. Também defina se você quer entrar em um novo grupo ou grupos em andamento. Por fim, especifique os valores e veja o resultado.

2. Simular consórcio: Sicredi

A Sicredi foi a primeira instituição financeira cooperativa do país, trabalhando de uma forma diferente a qual as pessoas já estão habituadas.

A empresa oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros, dentre eles, está incluso o consórcio. Em seu site, é possível fazer uma simulação de consórcio para investir na realização de sonhos:

  • Acesse a página do simulador da empresa;
  • Escolha o tipo de bem (automóveis, imóveis, serviços, sustentáveis, náuticos, dentre outros);
  • Marque a opção “Modelo” somente se seu bem for um automóvel;
  • Marque a opção “Valor do bem (R$)” e estipule o valor de crédito desejado;
  • Clique em PESQUISAR e pronto, você já terá acesso a uma lista de consórcios disponíveis.

3. Simular consórcio: Concessionária

Se seu desejo é simular consórcio para automóveis, os sites disponibilizados pelas concessionárias também são uma ótima opção, assim você pode ir direto para a empresa que oferece o carro que você quer. Nosso primeiro exemplo é no site da Honda, confira:

  • Acesse o site oficial
  • Escolha se você procura CARROS ou MOTOS;
  • Role o cursor para baixo, escolha o veículo dos seus sonhos e aperte no botão Simule;
  • Na próxima página verifique os valores, se agradar, você poderá clicar em Tenho interesse.

Utilizando outra marca de exemplo, você também pode visitar o site oficial do consórcio Hyundai e simplesmente preencher o formulário na aba “Simule o consórcio e Compre online” com o valor da parcela, calor do veículo e mais alguns dados pessoais, clicando no botão “Ver Simulação” logo em seguida.

Simples não? Com apenas alguns passos você pode conseguir todas as informações para decidir qual a melhor opção para o seu sonho e seu bolso. Por isso, comece agora a simular consórcio e veja quais oportunidades pode encontrar.


HDI Seguros

HDI Seguro: Conheça a HDI Seguros

Atualmente é possível realizar a contratação de seguros para quase todas as áreas de nossas vidas. Tudo pensando em nos mantermos mais seguros e confortáveis. Os grandes índices de violência, assaltos, roubos e furtos, nos deixam tensos e preocupados. Mas existe uma maneira de aliviar um pouco a tensão causada.

Diversas empresas oferecem os diversos seguros existentes. Antes de contratar é importante estar atento as opções fornecidas para cobertura e os valores cobrados por cada empresa. Realizar cotações antes da contratação de algum serviço é uma dica extremamente importante para quem quer a melhor relação custo e benefício.

Hoje falaremos um pouco sobre uma das diversas empresas que oferecem esse serviço em território nacional. Com diversas opções de seguro para deixar você e sua família despreocupados e mais seguros, a HDI Seguros vem para oferecer conforto e segurança, para que você aproveitar o que a vida tem de melhor.

HDI Seguros

Uma empresa alemã. A HDI (Haftpflichtverband der Deutschen Industrie) nasceu em 1903, em Frankfurt. A empresa veio para o Brasil há 36 anos, e conta com mais de 60 filiais e escritórios espalhados por diversas cidades do país, a HDI Seguros ganhou espaço no mercado nacional e se adequou as necessidades do mercado.

Os valores da empresa são pautados na ação empreendedora, pensando sempre de forma responsável e agindo em conjunto com essas ações. A empresa conduz suas atividades da melhor maneira para o cliente, procurando a solução de problemas de forma simples e prática, sempre prontos para soluções inovadoras e mais fáceis e eficazes.

Dando valor ao cliente, a qualidade do serviço é prezada e decisiva para a empresa. O sucesso de todos os anos no mercado é o foco no cliente e em suas necessidades. Com trabalho em equipe e respeito, as diferentes opiniões geram as melhores soluções e empreendimento, tanto para a empresa quanto para o cliente.

Seguros oferecidos pela HDI Seguros

HDI Seguros – Automóvel. Com seguros personalizados para seu carro, a HDI oferece o plano de acordo com as suas necessidades. O HDI Auto Perfil permite que você calcule e descubra aquilo que importa para você no seu seguro automotivo. O HDI Fit é feito com o preço justo e coberturas imprescindíveis e o HDI duo une dois seguros em um só.

HDI Seguros – Residência. Deixando você e sua família mais tranquilos, o seguro para residências leva o conforto e segurança que você e sua família precisam. Com a HDI Seguros – Residência você pode viajar sem se preocupar e curtir sua família da melhor forma. O seguro pode ainda ser feito juntamente com o seguro auto.

HDI Seguros – Moto. Com o seguro feito especialmente para sua moto, você tem toda segurança e proteção para você e sua motocicleta. O seguro é feito para motos acima de 500 cilindradas e o protege dos imprevistos do dia a dia.

HDI Seguros – Empresas. Feito especialmente para o seu negócio, o seguro é feito para garantir a tranquilidade de seu empreendimento, sem precisar pará-lo em casos de imprevistos. Seja para o local da empresa ou sua frota veicular, a HDI tem o seguro ideal para sua empresa.


Curso De Teologia

Como é o Curso De Teologia

Todo estudante quer conhecer a fundo, aquilo que é seu objetivo de estudo. No caso da Teologia, o objetivo do estudante é aprender mais sobre Deus e sua Palavra. A Bíblia, é um dos livros mais antigos do mundo e o primeiro a ser impresso em grande número, além de ser até hoje no século 21, um dos livros mais vendidos do planeta.

A Teologia abre um mundo novo diante do estudante, pois esclarece dúvidas sobre a Bíblia que são importantes e complexas. Mas como é o curso de Teologia em sua essência? Quais as melhores dicas para os estudantes? Veja agora!

Curso De Teologia

Presente em mais de 120 instituições de ensino e reconhecido pelo MEC, o Curso de Teologia abrange todo estudo acadêmico sobre a Bíblia e livros sagrados, religiões e divindades. O curso de Teologia mais conhecido no Brasil, é o destinado a cristãos que querem aprender profundamente sobre a Bíblia, Jesus e Deus judaico cristão.

O curso de Teologia pode ser Bacharelado ou técnico, sendo que se tornando Bacharel, é possível fazer licenciatura e dar aulas. Além de escolas e faculdade, o profissional em teologia pode trabalhar em igrejas, ministérios e até no governo como pesquisador. O curso superior em Teologia dura em média 4 anos e estuda as seguintes matérias:

  • Eclesiologia;
  • Hermenêutica;
  • Exegese;
  • Filosofia e Sociologia;
  • Ecumenismo entre outros.

Com o avanço do conhecimento teológico, muitas instituições religiosas tem se beneficiado com um número crescente de estudantes em teologia, já que o conhecimento bíblico e teológico como um todo, nos ajuda a ter uma visão mais abrangente sobre as religiões, suas crenças e como lidar e respeitar cada uma delas.

O Perfil Do Estudante De Teologia

Estudante De Teologia

Ter fé é em algum Deus

O Estudante de Teologia tem que crer em algo, quase como uma obrigatoriedade no curso. Muitas pessoas começam a estudar teologia e não professam nenhuma fé, porém acabam tendo mais dificuldade de entender e se doar para o aprendizado, já que muitos dos ensinamentos e explicações sobre a Bíblia por exemplo, possam parecer sem sentido e apenas são compreendidas e aceitas por quem tem fé.

Portanto, se quiser ser um estudante de teologia de verdade, entenda primeiro que é necessário crer em algo ou alguém, e se o alvo é a teologia cristã, deve estar com a mente e o coração abertos para compreensão total.

Seja um leitor voraz

Quem estada Teologia, deve ser uma pessoa que adora ler. A leitura do livro sagrado que deseja estudar, como é o caso da Bíblia ou Alcorão por exemplo, deve ser feito diariamente ou com regularidade. Além disso, deve ter o hábito de ler livros relacionados e teológicos e não ter preguiça em ler muitos livros de diferentes pensamentos e visões de mundo e fé.

Tenha suas convicções de fé e cuidado com as dúvidas e confusões

O estudante de Teologia, precisa entender que haverá momentos que o curso irá colocar sua fé em questionamento, por isso é importante que ele tenha convicção não só de sua fé, mas de que saberá defendê-la a qualquer custo. Por isso é importante conhecer os livros e divindades sagradas que segue e prega, para que na necessidade de explicação e defesa, saiba fazê-lo com inteligência espiritual.

Curso Online De Teologia

biblia

O curso de Teologia não é exclusividade apenas do ensino superior, mas também do curso online de teologia, feito 100% de onde você quiser, com recursos como vídeos e aulas explicativas, que ajudarão a ter uma base de conhecimento para seguir carreira posteriormente. Curso online de teologia totalmente gratuito e com certificação para seguir uma carreira profissional de sucesso na área espiritual.


estresse no casamento

O estresse que as crianças adicionam ao casamento

É uma experiência comum, mas não é algo que todo mundo fala: você teve um relacionamento maravilhosamente romântico antes de se casar e você tem um relacionamento maravilhosamente romântico depois de se casar. Então você adiciona crianças à mistura e tudo é um pouco mais estressante, menos romântico e menos satisfatório em seu casamento.

Essa experiência é tão comum que é praticamente universal, mas não é comumente discutida quando as pessoas falam em ter filhos. De fato, muitos casais esperam que acrescentar filhos à mistura os aproxime, o que pode acontecer de algumas maneiras, mas muitas vezes não da maneira que um casal pode esperar. Veja o que a pesquisa encontrou.

O estresse das crianças

Embora não queiramos que isso seja verdade, uma grande proporção de pessoas acha que as crianças criam uma quantidade significativa de estresse em seu relacionamento, principalmente quando as crianças são jovens. Segundo o pesquisador Matthew Johnson, da Universidade de Binghamton, em seu livro “Grandes mitos das relações íntimas: namoro, sexo e casamento”, pesquisas mostram que isso é comum e que há também uma diminuição na satisfação do relacionamento após o nascimento do primeiro filho. . Essa queda na felicidade não desaparece até que as crianças deixem o ninho e, nessa época, muitos casais se divorciaram ou se afastaram. Aqui estão mais alguns detalhes:

  • As crianças acrescentam estresse ao casamento e essa satisfação conjugal diminui drasticamente quando as crianças se tornam parte do relacionamento. Curiosamente, isso também acontece com casais não casados, de modo que o próprio casamento não é o culpado de relacionamentos que se tornam obsoletos.
  • As crianças criam estresse para os pais como indivíduos, assim como o casal como uma unidade. Talvez não surpreendentemente, as mães assumem a maior parte do cuidado infantil na maioria dos relacionamentos. Também não é de surpreender que esse estresse atinja as mães particularmente em particular. A maioria dos outros relacionamentos femininos deteriora-se até certo ponto à medida que seu vínculo com os filhos se fortalece.
  • O estresse das crianças é universal. Não está isolado para certas classes sociais ou mesmo para países ou regiões específicas do mundo.

Fatores que criam estresse

Há muitos fatores que influenciam essa queda na satisfação e não são os mesmos para todos. No entanto, certos estressores atingidos por muitos pais são particularmente desgastantes em um relacionamento e um indivíduo. Os estressores a seguir são particularmente desafiadores.

  • Menos tempo juntos:Quando os casais têm um filho, eles são frequentemente surpreendidos pela quantidade de trabalho necessário para criar um bebê, e os anos da criança também são trabalhosos. Devido ao cuidado intensivo requerido e ao fato de que qualquer tempo sozinho que ocorra durante o horário de vigília do bebê requer o uso de uma babá, os casais naturalmente se encontram com menos tempo para gastar juntos, e normalmente menos energia para se dedicar quando eles passam. Encontre o tempo. Isso pode obviamente prejudicar a conexão que eles sentem, já que são menos livres para se divertirem espontaneamente, ou aproveitar dias de lazer juntos, mesmo nos finais de semana.
  • Menos tempo para si:quando os pais dormem muito pouco e têm pouco tempo para cuidar de suas próprias necessidades (como acontece frequentemente com um bebê novo ou uma criança com necessidades especiais), eles podem ficar mais estressados ​​e mais difíceis de ficar por perto. Quando um ou ambos os parceiros não estão funcionando da melhor forma possível, especialmente se isso durar por um período prolongado de tempo, isso pode prejudicar o relacionamento.
  • Maior exigência à parceria:quando uma criança entra no relacionamento, os casais precisam dividir as responsabilidades no cuidado, mesmo que ambos concordem que a maior parte do trabalho deve recair sobre os ombros de um dos pais, enquanto o outro se concentra mais em ganhar dinheiro. Isso pode levar a uma sensação de que o casal é mais uma parceria funcional do que uma parceria romântica, já que os casais começam a se sentir um pouco mais como companheiros de quarto do que como almas gêmeas. Por causa dessas demandas adicionais e da negociação necessária, há uma chance maior de conflito.
  • Responsabilidades diferentes e expectativas diferentes:Além disso, quando os parceiros têm responsabilidades diferentes, é possível que um ou outro se sinta ressentido se sentir que está trabalhando com mais afinco; sem um quadro de referência para o que o outro parceiro está lidando, é mais fácil para os novos pais sentirem que devem estar lidando com as coisas de maneira diferente e se sentem frustrados como resultado.

Fatores que criam estresse adicional

Nem todo mundo experimenta os seguintes desafios, mas eles podem colocar uma tensão especial em uma família. Novamente, nem todos esses fatores afetam as pessoas da mesma forma, mas as seguintes são circunstâncias especiais que criam estresse adicional significativo:

  • Um temperamento de alta necessidade
  • Desafios de saúde, incluindo problemas de saúde física e mental. O estresse também pode causar a ejaculação precoce, e dependendo do caso, é preciso fazer a procura do médico, mas Ejaculação precoce qual médico procurar? Um urologista ou um psicólogo são indicados neste caso.
  • Tensão financeira extrema
  • Falta de apoio prático

As boas notícias

A boa notícia é que, embora alguns estudos mostrem que a satisfação conjugal não aumenta significativamente até que as crianças deixem o ninho, ter filhos vale o esforço de outras maneiras.

As crianças aumentam nosso altruísmo: outra pesquisa mostra que dar aos outros e expressar altruísmo é benéfico para o bem-estar geral, e ter filhos certamente nos dá oportunidades de doarmos a nós mesmos.

As crianças reduzem a probabilidade de divórcio: embora novos pais possam sentir-se menos felizes, eles também são menos propensos a se divorciar após os filhos. Isso pode ser porque eles estão mais motivados a manter sua parceria juntos por causa de seus filhos, mas o aumento do comprometimento pode ajudá-los a enfrentar os desafios que enfrentam e manter sua conexão até que retornem os momentos mais felizes.

Os próprios pais dizem que vale a pena: embora esses desafios possam ser difíceis para um casal, praticamente todos os pais dizem que os sacrifícios que fazem valem a pena e não poderiam (ou não gostariam) imaginar suas vidas sem seus filhos. Eles dizem que seus filhos trazem significado à sua vida. Isso pode trazer benefícios significativos à medida que a pesquisa mostra que aqueles que têm significado em suas vidas tendem a ser mais felizes.

Ainda assim, aqui está o que você pode fazer para gerenciar o estresse

É importante ter em mente que, se você está enfrentando desafios como pais, não está sozinho. Na verdade, este artigo destina-se a deixá-lo à vontade: se você estiver estressado ou se houver alguma tensão em seu relacionamento devido aos muitos deveres da paternidade, você não está sozinho e não está necessariamente fazendo algo errado. . Dito isso, há muitas coisas que você pode e deve fazer para proteger sua própria felicidade e sua conexão com seu parceiro em seu relacionamento. Administrar o estresse que você enfrenta como pais pode ajudá-lo a preservar a felicidade que você teve, e construir sentimentos e experiências mais positivos a partir de agora. Você não precisa esperar até que seus filhos saiam de casa para aumentar seus sentimentos de felicidade conjugal; As seguintes sugestões podem ajudar significativamente.

Encontre suporte social

Seu parceiro não é o único que pode ajudá-lo a aumentar sua felicidade de relacionamento. Membros da família, amigos e até mesmo pessoas que você contrata podem ajudá-lo a se estressar menos e aproveitar mais o seu tempo juntos. Aqui estão algumas idéias para manter as coisas mais felizes.

  • Cultive seu relacionamento com seu parceiro
  • Crie um círculo de apoio de pessoas que podem ajudá-lo, se possível
  • Crie um sistema de apoio emocional
  • Encontre maneiras de minimizar o estresse social: mães competitivas, conselhos não solicitados, sua própria tendência para comparação social
  • Elimine situações tóxicas sempre que possível

Pratique auto cuidado extremo

É importante que você cuide de si mesmo e de suas próprias necessidades, e não apenas de seus filhos. O que pode parecer um autocuidado “extremo” pode simplesmente ser considerado uma quantidade normal de autocuidado para alguém sem filhos, dependendo também deles para o cuidado. O que quer que você chame, é importante manter seu corpo em boa forma para que você tenha a energia física e emocional para fazer o que precisa ser feito.

  • Durma o suficiente
  • Coma refeições balanceadas
  • Encontre algum tempo para si mesmo sempre que possível – reserve um tempo para não fazer nada, se puder, mas até a execução de tarefas sozinho pode ajudar

Posso negociar minha dívida do cartão de crédito com o banco?

Estamos vivendo um estágio econômico e financeiro no Brasil que todos sabem que é muito difícil, e as necessidades de recursos monetários das famílias para enfrentar os pagamentos do endividamento financeiro difícil adquirido por alguns anos são evidentes.

Quando o cidadão se sente oprimido pelo seu nível de dívida e começar a notar que ele vai ser impossível para continuar a pagar de acordo com as condições acordadas para quando a contratação de seus créditos, a última coisa que você deve fazer é aplicar para mais crédito, entidades ou empresas ” alto risco e alta porcentagem de lucro “, tão difundido nos vários canais da mídia.

No momento de maior dificuldade para o cliente de um banco ou de qualquer instituição financeira e para continuar a cumprir os pagamentos diferidos, ele deve perguntar se ele tem a capacidade de pagar uma parte de sua dívida, pelo menos, por isso deve ser Coloque em contato com ele e tente negociar para continuar pagando suas dívidas do cartão de crédito, mas com uma menor taxa de juros.

Para tornar esta proposta para se livrar de suas dívidas é importante para primeiramente ter um determinado plano e deve ser calculado em tempo real, credível financeiramente e acima de tudo honesto consigo mesmo, vindo a definir o montante total da dívida e receita possível percebemos recorrentemente que tal pagamento diferido é possível durante um período de tempo mais longo.

O que fica evidente nesses casos é que, se o cliente tiver dificuldades para cumprir suas obrigações previamente acordadas, ele só poderá “salvar” o pedido de um novo plano em seu banco.

Em outros tempos, essa possibilidade seria respondida na maioria dos casos com um … NÃO … definitivo, mas a crise atual afrouxou consideravelmente a “firmeza financeira” das instituições de crédito e acordos de conveniência mútua que envolvem uma carga menor mensalmente para o devedor individual e ao mesmo tempo uma boa possibilidade de pagamento para o banco que não continue a aumentar a lista de … não paga.

Entre as diferentes opções que costumam ser oferecidas para dificultar o difícil processo de cobrança de uma dívida, as instituições financeiras passam a oferecer opções como:

  •     Pagamentos mensais de valores fixos mais baixos da fatura do cartão.
  •     Descontos sobre a dívida total, se eles podem fazer pagamentos reduzidos em termos superiores a 3 ou 5 anos.
  •    Alongamento do tempo reduzido de pagamento por meio de folha de pagamento, débito direto, depósitos, recibos, automóvel ou seguro residencial.
  •     Aceitação temporária de um plano de pagamento usando renda variável dependendo da capacidade monetária de cada mês do cliente – como parece –
  •     Finalmente, há é uma maneira de diminuir o pagamento de dívidas quando eles são entidades diferentes e é chamado de consolidação da dívida, que permite fundir -los em um só, de modo que apenas um pagamento mensal que poderia se tornar será realizada menos do que as diferentes taxas de juros aplicadas independentemente.

Espero e aprecio seus comentários.


Quando as dívidas são prescritas

Hoje em dia é muito fácil contratar algum tipo de dívida, geralmente como devedor, embora às vezes também como credor. O normal é honrar essa obrigação. E se não é assim? Quanto tempo você tem que pagar? Quando você prescreve uma dívida?

A primeira coisa a ficar clara é que nenhuma dívida no CPF é eterna, todos têm um estatuto de limitações, a menos que haja uma decisão judicial que diga isso . Este termo marca o período máximo durante o qual o pagamento da dívida pode ser exigido uma vez que a data de pagamento estabelecida tenha sido excedida. Dito de outra forma, uma vez que você pare de pagar ou pare de pagar, por quanto tempo você pode continuar reivindicando e tendo o direito de ser pago.

Neste ponto você tem que diferenciar entre prescrição e expiração de uma dívida. O primeiro refere-se a um direito do credor (o titular da dívida) a reclamar e o segundo à mera passagem do tempo que extingue esse direito. Estes são conceitos semelhantes mas não idênticos e a principal diferença é que você pode interromper o período que permanece até a prescrição de um direito, mas não até a sua expiração.

Quando você prescreve uma dívida

O estatuto de limitações depende do tipo de dívida, embora haja uma série de critérios gerais estabelecidos pelo artigo 164 do Código Civil. O mais importante é que há um período máximo de 5 anos para a extinção de dívidas sem um prazo específico especificado . Até a reforma de 2015, com a Lei 42/2015, esse prazo geral era de 15 anos.

De lá, este é o resumo de quando as dívidas mais habituais são prescritas.

Quando você prescreve um empréstimo pessoal

As dívidas bancárias são extintas em 5 anos , tanto juros e dívida principal. Isso se aplica às dívidas para empréstimos não hipotecários concedidos pelas entidades bancárias, que também incluem as dívidas dos cartões de crédito .

Há uma excepção que se aplica a débitos anteriores a 6 de Outubro, 2015, o qual pode ele próprio ter um período de limitação de 15 anos, mas em qualquer caso, ser extinta em 5 anos após a entrada em vigor de Lei 42 / 2015, que se reuniria em 6 de outubro de 2020.

Quando você prescreve uma dívida hipotecária

Empréstimos hipotecários têm o maior estatuto de limitações. Se você parar de pagar a hipoteca, o banco pode reivindicá-lo legalmente por 20 anos .

Quando as dívidas de aluguel são prescritas

Para as dívidas por falta de pagamento da renda, aplica-se o critério geral de 5 anos. Em outras palavras, eles poderão continuar reivindicando o pagamento do aluguel por cinco anos, desde que não tomem outras ações legais, como explicamos mais tarde.

Como proprietário, você pode se proteger contra a inadimplência com um seguro de aluguel não pago.

Ao prescrever dívidas para suprimentos domésticos

As contas de eletricidade, gás, telefone e, em geral, para qualquer outro fornecimento doméstico têm um prazo de cinco anos. Esse é o termo que pode reivindicar o pagamento. Este mesmo período também se aplica às dívidas para pensões de manutenção.

Quando prescreve uma dívida com o Tesouro

Qualquer dívida com o Tesouro prescreve num período de 4 anos, conforme indicado na Lei Geral Tributária.

Estes 4 anos coincidem com o prazo do Tesouro para rever sua demonstração de resultados em busca de erros. Por esse motivo, é importante que você mantenha qualquer documento relacionado ao IRPF durante esse período.

As dívidas à Segurança Social também têm um prazo de prescrição de quatro anos .

Quando multas são prescritas

No caso das multas, há uma diferença entre o prazo de prescrição da multa e a dívida gerada por essa multa. Como exemplo, a administração tem entre três e seis meses para relatar uma infração de trânsito, dependendo de sua gravidade. Após esse período, a sanção será prescrita e não poderá exigir o pagamento da multa.

Outra coisa é que você é notificado da multa e não paga, gerando uma dívida com a administração. Nesse caso, com a sanção já firme, eles podem continuar reclamando o pagamento da multa por 4 anos , desde que não parem o prazo de prescrição.

Para essas dívidas podem ser adicionadas dívidas com advogados, registradores, especialistas, professores, hotéis ou restaurantes que, de acordo com o artigo 1.967 do Código Civil .

Como evitar que uma dívida prescreva

Para que uma dívida expire e prescreva dois requisitos devem ser cumpridos, além de finalizar os termos que acabamos de ver.

A primeira é que o credor não tenha exercido nenhuma ação extrajudicial ou judicial exigindo pagamento e a segunda é que o devedor não aceitou ou reconheceu de forma expressa ou tácita a dívida pendente de pagamento . Para fins práticos, isso significa que a prescrição pode ser interrompida para evitar que a dívida seja extinta, exigindo pagamento . Existem várias maneiras de fazer isso. Estes são alguns dos mais comuns:

  • Envio de carta ou pedido notarial
  • Enviando um burofax
  • Iniciando o processo judicial, geralmente através de um processo de pagamento.

Após reclamar novamente o pagamento da dívida, o cálculo de 5 anos é reiniciado para sua extinção.